Uso de EPI e EPC garante segurança na oficina

Os equipamentos de segurança, conhecidos como EPIs  (equipamento de proteção individual ) e EPCs (equipamento de proteção coletiva) devem fazer parte do cotidiano da oficina. São eles os responsáveis por garantir que o reparador realize seu trabalho sem correr riscos de acidentes.seguran_a_obrogatorio_maior

O Ministério do Trabalho, por meio da Norma Regulamentadora 6 da Lei 3.214, de 1978, deixa claro que as empresas tem a obrigação de fornecer equipamentos de segurança sem custo para os funcionários. É importante deixar registrada a entrega dos EPIs, por isso, o ideal é que haja assinatura de documento firmando a retirada. Essa é uma maneira da oficina estar coberta em casos de cumprimento de leis trabalhistas.

Os funcionários devem saber sempre da importância do uso de EPIs e EPCs. Muitas oficinas têm adotado manuais, cartilhas e promovido palestras para conscientizar sobre o uso dos equipamentos.  Em alguns casos, há empresas que fazem advertências verbais e até mesmo por escrito caso haja falta do uso do equipamento por parte dos funcionários.

A qualidade dos produtos também deve ser averiguada. Todo equipamento deve haver um número de Certificação de Aprovação. Essa é a garantia de que o produto adquirido é aprovado pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Dicas:

Os EPIs que deverão ser utilizados devem ser definidos por uma equipe de medicina do trabalho;

Nas oficinas, os equipamentos mais usados são luvas, óculos, protetores de ouvido, aventais, máscaras, luvas químicas e botas com bico de aço;

Invista também em uma brigada de incêndio treinada;

Mantenha extintores em locais visíveis;

Lembre-se: somente entregue os EPIs ao funcionários mediante assinatura de comprovante. Ele será sua garantia em casos de processos trabalhistas e fiscalizações.

 





Categorias: Oficina